CARTA ABERTA DA CAZAZUL TEATRO ESCOLA


Prezados parceiros e parceiras, amigos e amigas da CazAzul,

Diante da mais grave crise que nossa geração já vivenciou e respondendo a cada novo acontecimento e às perspectivas que continuamente se apresentam e se transformam, tivemos que tomar algumas decisões relacionadas à nossa escola.

Como vocês sabem, todos os espaços culturais e instituições de ensino presencial estão impedidas de funcionarem, em decorrência do isolamento social necessário neste período.

Além disso, nosso prognóstico para os próximos meses também não é dos melhores, tendo em vista que, mesmo quando acabar a quarentena, provavelmente ainda teremos restrições quanto a atividades que provoquem aglomeração, como é o caso de apresentações artísticas, e acreditamos também que com a crise financeira as pessoas não investirão em cursos de artes e eventos culturais.


Imaginamos que saibam que o imóvel da CazAzul é alugado. Como nunca recebemos nenhum recurso público ou patrocínio privado para realização de nossas atividades culturais, todo o funcionamento da instituição durante estes quase quatro anos se estruturou numa soma de esforços da equipe que investia, cada um a seu modo, recursos que fizeram com que a CazAzul existisse. Alguns com recursos financeiros diretos, outros com sua inteligência, criatividade, seu tempo e sua força de trabalho. Isso, somado ao que recebíamos pelos trabalhos realizados (aulas e atividades culturais de toda ordem para diferentes clientes) garantiu nossa sobrevivência até aqui.

Com a interrupção total destas atividades culturais e formativas e com a expressiva diminuição das mensalidades recebidas pelas aulas dos Cursos Livres de Teatro (Culte), diante da mudança de metodologia imposta pelo estado de quarentena e isolamento social, nossos recursos se escassearam rapidamente. Mantivemos a folha de pagamento no sentido de darmos suporte à equipe nesse momento de crise, sendo esta nossa total prioridade. Neste contexto, infelizmente, é inevitável a entrega do imóvel, visto que não há perspectiva de entrada de recursos que garantam o pagamento do aluguel e demais despesas e tributos nos próximos meses.


Até o momento, nós continuamos com o curso de teatro online porque é a única forma possível atualmente, e também para ajudar no custeio das remunerações da equipe. Além disso, percebemos que os encontros semanais têm sido, para algumas pessoas, um momento de prazer e alívio neste cenário triste que vivemos. Mas igualmente compreendemos que algumas pessoas não se adaptam a esta modalidade, não queiram ou não tenham condições de continuar.

As incertezas do futuro, relacionadas não apenas à pandemia do coronavirus, mas também à grande crise econômica que já se anuncia, nos obrigam a recuar e pensarmos em novas estratégias de existência. Sem dúvida, uma das áreas mais afetadas com a crise será a área da cultura, que sucumbirá mais rápido, e mais lentamente se reerguerá, do ponto de vista financeiro. Os encontros presenciais e os eventos que requerem aglomeração de pessoas deverão levar muitos meses, ou mesmo anos, para voltarem a acontecer expressivamente. Até lá, nós, artistas e profissionais da cultura, buscaremos formas de nos reinventar, como, aliás, sempre fizemos.

Expostos os fatos, informamos que desocuparemos o imóvel alugado onde atualmente funciona a escola (na Av. Rosa Cruz), mudando a sede da CazAzul para outro endereço, onde faremos apenas expediente interno e onde guardaremos parte de nosso patrimônio, na esperança de que um dia possamos reabrir nosso espaço e receber de novo todo o público, crianças e adultos que anseiam por arte, afeto e respeito.


Informamos também que iremos finalizar nosso período letivo no final de maio, com uma programação à distância que envolva os alunos e alunas que permaneceram fazendo o Culte On Line. Tentaremos seguir atuando virtualmente em algumas frentes, como o Curta Cuarta Em Casa (lives do instagram sobre teatro e cultura).

Gostaríamos ainda de informar que, em qualquer ação formativa que a CazAzul venha a realizar, virtual ou presencialmente, as pessoas que estiveram conosco nesse momento de dificuldade (e que puderam muito compreensivamente colaborar com o pagamento dos profissionais) terão acesso franqueado aos nossos produtos e serviços.

São tempos desafiadores. Vivemos um momento histórico ímpar. Momento de perdas, de dores, de muito aprendizado. Vivemos um momento de reconfiguração. A pauta única e absoluta, no momento, é garantir a vida. É cuidarmos da nossa humanidade, no sentido mais pleno do termo, desde nossos entes queridos até aqueles que não conhecemos mas que, em todo o planeta, passam pelo mesmo desafio que nós. Precisamos sobreviver.

Nós, da CazAzul Teatro Escola, seguiremos buscando vencer a tristeza que, sem dúvida, nos assola com esta decisão tão dolorosa, aceitando as imposições da natureza, avaliando nossas posturas e investigando formas de melhorarmos a nós mesmos e, sobretudo, de melhorarmos o mundo em que vivemos. Em gratidão e respeito a essa imensa e generosa casa azul que nos abriga: nosso Planeta Terra.

Obrigada a todas e todos que estiveram conosco nesta caminhada. Sigamos juntos!


Adriana Amorim

Idealizadora e conselheira da CazAzul


Hendye Gracielle

Diretora da CazAzul


Yarle Ramalho, Joanne Vale, Mariana Diniz, Hannah Abnner, Priscila Amaral, Vicente di Paulo, Leonam Sandes, Géssica Emanuele

Equipe CazAzul







123 visualizações

© 2023 por Arte Scaena. Orgulhosamente criado com Wix.com